Notícia

Substâncias especiais no tomate podem reduzir significativamente o crescimento de tumores de câncer de pele

Substâncias especiais no tomate podem reduzir significativamente o crescimento de tumores de câncer de pele



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Cientistas estudam os efeitos do consumo de tomate no câncer de pele
O câncer de pele é comum em todo o mundo. Os médicos há muito procuram maneiras de evitar a doença ou retardar a progressão da doença com eficiência. Agora, os pesquisadores descobriram que consumir tomates diariamente pode reduzir pela metade o crescimento de tumores de câncer de pele.

Em sua investigação, os pesquisadores da Universidade Estadual de Ohio descobriram que consumir tomates diariamente em testes com ratos reduziu o desenvolvimento de tumores de câncer de pele. Os médicos publicaram os resultados de seu estudo na revista científica "Scientific Reports".

Testes em ratos mostram o efeito do tomate nos tumores de câncer de pele
Uma mudança na dieta pode realmente levar a uma redução significativa no crescimento do tumor? Os especialistas descobriram que quando ratos machos ingeriam 10% de tomate em pó diariamente por 35 semanas e depois eram expostos à luz ultravioleta, o desenvolvimento médio de tumores de câncer de pele era reduzido em 50%.

Por que o tomate protege contra o câncer de pele?
A teoria por trás da relação entre tomate e câncer é que os chamados carotenóides (compostos de pigmento que dão cor ao tomate) podem proteger a pele dos danos causados ​​pela luz UV, explica a autora Jessica Cooperstone.

O gênero das pessoas afetadas deve ser levado em consideração nas estratégias preventivas
Não houve diferenças significativas na formação de tumores em camundongas fêmeas no estudo, explicam os cientistas. Estudos anteriores mostraram que ratos machos desenvolvem tumores mais cedo após a exposição aos raios UV e que seus tumores são mais numerosos, maiores e mais agressivos. Este estudo nos mostrou que, no futuro, as estratégias preventivas devem levar em consideração o sexo das pessoas afetadas, acrescenta a autora Tatiana Oberyszyn em um comunicado à imprensa. O que funciona para os homens nem sempre tem que funcionar igualmente bem para as mulheres e vice-versa.

Pasta de tomate pode prevenir queimaduras solares
Os resultados de estudos clínicos em humanos anteriores sugeriram que o consumo de pasta de tomate ao longo do tempo pode reduzir as queimaduras solares. Isso pode ser devido aos chamados carotenóides das plantas, que são depositados na pele humana. Aparentemente, esses carotenóides são capazes de proteger a pele dos danos causados ​​pela luz UV, explica Cooperstone. O carotenóide primário do tomate, chamado licopeno, provou ser o antioxidante mais potente desses pigmentos, acrescenta o especialista.

Tomates inteiros são mais eficazes
Ao comparar os efeitos do licopeno, os cientistas examinaram o consumo de tomates inteiros e o de um suplemento dietético sintético. Tomates inteiros foram, portanto, mais eficazes na prevenção da vermelhidão após a exposição aos raios UV. Isso pode sugerir que outros compostos do tomate também desempenhem um papel importante, especulam os especialistas.

Intervenções nutricionais podem oferecer benefícios significativos
A taxa de câncer de pele aumentou significativamente nos últimos anos. Apesar de uma taxa de mortalidade relativamente baixa, o tratamento é caro. Métodos alternativos de proteção, possivelmente por meio de intervenções nutricionais, podem oferecer benefícios significativos, diz o autor Cooperstone. O alimento não é um medicamento, mas pode mudar o desenvolvimento de certas doenças através do consumo ao longo da vida, acrescenta o especialista. (Como)

Informação do autor e fonte



Vídeo: Câncer de pele: doença pode evoluir rápido e levar à morte (Agosto 2022).