Notícia

Anotar preocupações e medos ajuda a superá-los

Anotar preocupações e medos ajuda a superá-los


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

As pessoas devem anotar seus medos, problemas e preocupações com mais frequência
Se você costuma sentir estresse, ansiedade e preocupação, anote seus problemas e sentimentos. Agora, os pesquisadores descobriram que a chamada escrita expressiva pode ajudar a superar a ansiedade e a preocupação, além de ajudar a resolver tarefas estressantes futuras.

Em sua pesquisa atual, os cientistas da Michigan State University descobriram que anotar pensamentos, sentimentos e medos ajuda a combatê-los e também facilita a resolução de tarefas futuras. Os médicos publicaram os resultados de seu estudo na revista "Psychophysiology".

Você pode resolver tarefas com mais eficiência se anotar problemas relacionados à tarefa com antecedência
Por exemplo, se você enfrentar uma tarefa importante e estressante no trabalho, anote todas as preocupações e medos que tiver. A tecnologia pode ajudá-lo a gerenciar a tarefa adiante com mais eficiência. Esta é a conclusão alcançada pelos pesquisadores da Michigan State University ao medir a atividade cerebral.

A evidência neural corrobora os resultados
O estudo atual encontrou evidências neuronais dos benefícios de expressar preocupações e problemas por meio da escrita expressiva pela primeira vez, explica o autor Hans Schroder, um estudante de doutorado em psicologia e estagiário clínico no Harvard Medical School McLean Hospital, reconhecido internacionalmente.

Preocupações e problemas ocupam importantes recursos cognitivos
Se você estiver preocupado, isso ocupa os chamados recursos cognitivos. As pessoas que precisam lidar com as preocupações estão constantemente em um tipo de modo multitarefa quando desejam concluir uma tarefa. Eles fazem seu trabalho, mas ao mesmo tempo estão preocupados e tentam suprimi-lo. "Nossos resultados mostram que, se você tirar essas preocupações da cabeça, libera recursos cognitivos que o ajudam a concluir as tarefas com mais eficiência", disse Schroder em comunicado à imprensa da Universidade Estadual do Michigan.

Os sujeitos foram constituídos por estudantes com ansiedades crônicas
Para o estudo, foram recrutados estudantes universitários com medos crônicos, que haviam sido previamente identificados por uma medida de triagem validada, explicam os cientistas. Os participantes tiveram que fazer um teste em um computador que determinasse sua precisão e tempo de resposta. Cerca de metade dos sujeitos escreveu anteriormente seus pensamentos e sentimentos mais profundos sobre a tarefa pela frente. Eles tiveram um total de oito minutos para fazer isso. A outra metade dos participantes era do grupo controle e escrevia sobre as atividades do dia anterior.

A escrita expressiva ajuda a executar tarefas com mais eficiência
Os resultados do estudo mostraram que ambos os grupos concluíram as tarefas aproximadamente na mesma velocidade e com a mesma precisão. Os participantes do grupo com a escrita expressiva realizaram a tarefa com mais eficiência. Eles usaram menos recursos cerebrais na tarefa.

A escrita expressiva também ajuda a lidar com o trauma
Embora pesquisas anteriores tenham mostrado que a escrita expressiva pode ajudar as pessoas a lidar com traumas passados ​​ou eventos estressantes, a pesquisa atual descobriu que a mesma técnica ajuda as pessoas a se prepararem para tarefas estressantes no futuro, explicam os especialistas. A escrita expressiva leva menos da mente quando se trata de resolver tarefas desafiadoras. Essa técnica permite que os afetados façam o trabalho com a cabeça mais fria, por assim dizer, acrescentam os médicos. (Como)

Informação do autor e fonte



Vídeo: Passe para Superar Traumas, Medos e Fobias, Bezerra de Menezes (Pode 2022).