Notícia

Especialista entrevistado: Amigável ou hostil ao intestino - O que ajuda a flora intestinal e o que a prejudica?

Especialista entrevistado: Amigável ou hostil ao intestino - O que ajuda a flora intestinal e o que a prejudica?



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Amigo ou inimigo intestinal? O que é bom para o trato digestivo e o que prejudica

No decorrer da vida, o intestino cria coisas incríveis. Ele digere 30 toneladas de comida - o peso médio de uma baleia jubarte totalmente crescida. Além disso, desempenha um papel crucial na defesa contra patógenos. Por conseguinte, é aconselhável prestar atenção especial ao órgão sensível. "Alimentos extensos e gordurosos, pouca fruta fresca e estresse constante sobrecarregam o intestino e levam a problemas de longo alcance", enfatiza o Prof. (Univ. Chisinau) Dr. Dr. Stefan Hillejan, flebologista e proctologista da clínica de doenças venosas e retais em Hannover e presidente da associação profissional de médicos especialistas na Alemanha. Se você quiser evitar reclamações, deve tratar o intestino com cuidado especial.

Três amigos intestinais

Basicamente: não se exercite demais depois de comer, mas ainda se mexa. Esportes trabalhosos durante o processo digestivo, por exemplo, levam a reações desagradáveis, como picadas laterais. No entanto, a popular soneca da tarde logo após comer também tem um efeito negativo no intestino, à medida que o corpo se move para uma posição horizontal e os ácidos retornam ao esôfago e causam arrotos desconfortáveis ​​e uma sensação de queimação na área da garganta e do peito pode. Em vez disso, recomenda-se uma curta caminhada. Isso cumpre vários propósitos. Por um lado, promove o fluxo sanguíneo no trato gastrointestinal, o que acelera a digestão. Por outro lado, caminhar na vertical evita que o ácido gástrico volte.

Frutas e vegetais frescos são benéficos para o intestino. Por exemplo, as bananas contêm vitaminas, amido e potássio. Este último regula o equilíbrio hídrico e, assim, reduz o risco de doença intestinal. Além disso, os mirtilos têm um efeito anti-séptico, as maçãs têm um efeito anti-inflamatório e vegetais como beterraba apóiam a desintoxicação natural e fornecem ao corpo fibras e antioxidantes que fortalecem a parede intestinal. Finalmente, o líquido é um dos pilares mais importantes da digestão saudável. Cerca de dois litros de água por dia garantem a consistência ideal da cadeira e, assim, simplificam a excreção.

Três inimigos do intestino

Com seus 100 milhões de células nervosas, o intestino está em contato permanente com o cérebro. Se o corpo estiver com um pouco de carga mental, isso também terá um efeito negativo no trato digestivo. Por exemplo, o estresse reduz o número de bactérias do ácido lático, que constituem uma parte vital da microflora devido à sua resistência ao ácido gástrico e à bile. A liberação de adrenalina relacionada ao estresse também leva a uma redução da atividade intestinal, o que em casos extremos leva à constipação. Também prejudicial ao estômago: alimentos excessivos e ricos em gordura.

Quanto mais e mais gorda a refeição, maior a probabilidade de o intestino ficar sobrecarregado. Pausas para refeições regulares e beber muito contrariar isso. Especialmente em aniversários ou feriados, como Páscoa e Natal, as pessoas com problemas intestinais devem tomar cuidado para não ter alimentos gordurosos e doces prontamente disponíveis para proteger o trato digestivo. Porque as bactérias intestinais quebram o açúcar e causam inchaço.

Por fim, o consumo excessivo de álcool é provavelmente um dos maiores inimigos do intestino. Provoca uma infinidade de reações que têm conseqüências desagradáveis ​​a curto e longo prazo. O teor alcoólico de cerveja, vinho e bebidas espirituosas é convertido praticamente de 1 para 1 em gordura corporal. Ao mesmo tempo, o álcool prejudica o equilíbrio da água e do sal, porque, como o café, dirige excessivamente o líquido do rim e, portanto, a excreção de minerais. Consequência indireta: membranas mucosas irritadas e aumento da probabilidade de diarréia. (sb, pm)

Informação do autor e fonte



Vídeo: Flora intestinal: tire suas dúvidas - Mulheres 021019 (Agosto 2022).