Notícia

Propagação do zika: alerta para epidmia global da microcefalia em recém-nascidos

Propagação do zika: alerta para epidmia global da microcefalia em recém-nascidos


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Novo estudo: Zika vírus ameaça epidmia de microcefalia
O vírus Zika, que se espalha pela América Latina há meses, é suspeito de causar malformações cranianas em recém-nascidos. Um novo estudo agora sustentou a conexão entre a infecção pelo zika em mulheres grávidas e a síndrome da microcefalia em bebês. Segundo os pesquisadores, o problema pode se tornar global.

Emergência de saúde global
O perigoso vírus Zika está se espalhando em vários países da América Central e do Sul desde o ano passado. O patógeno era ocasionalmente trazido para outras partes do mundo pelos viajantes. Há alguns meses, especialistas chegaram a alertar para uma possível epidemia do vírus zika no Mediterrâneo. A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou agora uma emergência de saúde global devido ao vírus.

Malformações cerebrais em bebês
De acordo com especialistas em saúde, o vírus Zika, que é transmitido predominantemente por mosquitos, não é fatal e leva a sintomas semelhantes aos da gripe, como febre, dor de cabeça, dores no corpo e, às vezes, erupção cutânea em cerca de 20% dos infectados. O patógeno também é responsável por milhares de casos de microcefalia em bebês. As crianças nascem com uma cabeça invulgarmente pequena, o que pode levar a malformações cerebrais. Após os casos na América Latina, o primeiro bebê com microcefalia nasceu na Europa no verão.

Pesquisadores alertam para uma epidemia global de microcefalia
Pode haver mais porque os cientistas já alertaram para uma epidemia global de microcefalia como resultado da disseminação do vírus Zika. De acordo com a agência de notícias AFP, os especialistas em vírus forneceram mais evidências da conexão entre a infecção pelo zika em mulheres grávidas e a síndrome de microcefalia em recém-nascidos. "Recomendamos que nos preparemos para uma epidemia mundial de microcefalia e outras doenças relacionadas ao zika", disseram os médicos da Grã-Bretanha e do Brasil.

Relação entre vírus Zika e microcefalia
Os resultados do estudo, publicado no The Lancet Infectious Diseases, sugerem, segundo os autores, "que a epidemia da microcefalia está se espalhando para todos os países onde o vírus Zika está sendo transmitido atualmente ou onde a transmissão provavelmente se espalhará. torna-se".

Como parte de seu estudo, os pesquisadores examinaram mulheres grávidas e recém-nascidos em uma área do Brasil particularmente afetada pelo zika. Segundo a informação, metade dos 32 bebês com microcefalia foram capazes de detectar o vírus no corpo. No entanto, isso não foi comprovado em um grupo de comparação de 64 bebês saudáveis.

Segundo os autores, o resultado apóia a suposição amplamente aceita de que existe uma conexão entre o zika e a microcefalia. Segundo os cientistas, 80% dos bebês com microcefalia foram infectados com zika durante a gravidez. Segundo o estudo, o vírus foi encontrado em 64% das mães de bebês saudáveis. Os autores do estudo tomaram isso como evidência de quão longe o vírus se espalhou nas áreas afetadas. (de Anúncios)

Informação do autor e fonte



Vídeo: Organização Mundial da Saúde emite alerta global sobre zika vírus I Jornal Novo Tempo (Julho 2022).


Comentários:

  1. Doron

    Tenho certeza que isso já foi discutido.

  2. Humility

    O pensamento muito engraçado

  3. Hoh

    Wacker, que frase ..., o pensamento brilhante

  4. Akinobar

    Você está errado. Tenho certeza. Escreva-me em PM, discuta-o.



Escreve uma mensagem