Ocultar o AdSense

Diz-se que o homem infectou mulheres com HIV: autor reivindica 110.000 indenizações por dor e sofrimento

Diz-se que o homem infectou mulheres com HIV: autor reivindica 110.000 indenizações por dor e sofrimento



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

20 Infectados pelo HIV: mulher exige 110.000 euros em indenização por dor e sofrimento
Um caso está sendo julgado no Tribunal Regional Superior de Munique, no qual uma mulher exige 110.000 euros de dor e sofrimento de um homem que supostamente a infectou com o HIV. Especialistas em saúde apontam repetidamente os perigos do sexo desprotegido.

Infecção desconhecida pelo HIV é uma grande ameaça para parceiros sexuais
Segundo a pesquisa, há cada vez mais infecções por HIV por sexo descuidado na Alemanha. É particularmente problemático se as doenças sexuais não são reconhecidas precocemente ou não são. Segundo estimativas do Instituto Robert Koch (RKI), cerca de 14.000 alemães foram infectados sem o conhecimento do HIV no final de 2013. Isso também representa um grande perigo para os parceiros sexuais: em Munique, agora está em julgamento um homem que, segundo se diz, infectou uma mulher com HIV.

Mulher reivindica 110.000 compensações de dor pela infecção pelo HIV
Como relata a agência de notícias dpa, uma mulher em um processo civil no Tribunal Regional Superior de Munique reclama 110.000 euros em dores e sofrimentos pelo homem que supostamente a infectou com o HIV.

Segundo as informações, o tribunal distrital já havia concedido o requerente o dinheiro, o homem se opõe à sentença.

Dizia-se que o tribunal estava convencido de que a mulher "com probabilidade quase certa" contraiu o vírus durante o sexo com o homem, o que pode desencadear a doença da imunodeficiência AIDS.

Por conseguinte, um especialista deve ser ouvido em tribunal sobre a questão da hora da infecção.

O acusado indicou a existência de um teste negativo
Segundo o dpa, o tribunal regional assumiu que, embora o homem não soubesse com certeza que era HIV positivo ", devido às circunstâncias gerais, ele sabia que havia um risco maior de infecção".

O tribunal também acreditou nas observações do requerente de que o homem declarou antes da relação sexual que tinha feito um teste de AIDS negativo.

Segundo a agência, o OLG declarou que provavelmente chegará a uma avaliação semelhante à do tribunal distrital. A cumplicidade do requerente pode, no entanto, ser levada em consideração na avaliação de danos e compensações por dores e sofrimentos.

Sexo desprotegido pode ser perigoso
Especialistas em saúde apontam repetidamente como a relação sexual desprotegida pode ser perigosa. Como parte da campanha "Love Life", que substitui a antiga campanha de prevenção "Não dê uma chance à AIDS", pedimos expressamente o teste de HIV (ad)

Informação do autor e fonte



Vídeo: How close are we to eradicating HIV? - Philip A. Chan (Agosto 2022).